Como mudar do Ruivo ao loiro: cuidados para não danificar os fios

moça ruiva segurando color system aneethum - finalizador brilho rosa - do ruivo ao loiro

Qual pessoa não ama mudar as cores do cabelo? Nada melhor para aumentar a nossa autoestima e motivação. Mas é importante que essas transformações não prejudiquem a saúde do cabelo e nem do couro cabeludo. No caso da transição do ruivo ao loiro, é fundamental tomar alguns cuidados.

Embora essa mudança seja possível, ela não é tão simples. Afinal, o ruivo é uma cor bastante pigmentada – e será preciso ter atenção em alguns pontos para evitar que a nova tonalidade não acabe manchada. Siga a leitura e veja as dicas que separamos!

 

Descolorir o cabelo ou Decapagem Capilar

A decapagem capilar costuma ser o procedimento mais rápido na transição de ruivo para loiro. O processo consiste em remover os pigmentos de um cabelo escuro pintado, ideal para quem está com os fios vermelhos.

Embora a técnica seja parecida com a descoloração, ela tem um enfoque diferente: retirar a coloração artificial da fibra capilar, enquanto a descoloração busca tornar o fio mais claro. 

Como a coloração vermelha é mais difícil de sair, devido aos seus pigmentos, a decapagem capilar é um método mais interessante – só que pode ser necessária mais de uma sessão para conseguir sair do ruivo e chegar no tom de loiro desejado.

Assim como a descoloração, a decapagem é um procedimento químico. Por isso, é importante sempre realizá-la em um salão de beleza. No salão de beleza, o profissional conseguirá analisar a saúde do seu fio e fazer o teste de mecha antes, garantindo que o cabelo aguentará o procedimento sem quebrar.

Para a decapagem no cabelo é usada uma mistura de água oxigenada e pó descolorante. O procedimento abre as escamas dos fios, oxidam o pigmento artificial até que o fio perca pigmentos. Porém, como as cutículas estão abertas, também há perda de outros elementos como proteínas, lipídios, aminoácidos. Por isso, os fios podem ficar bastante ressecados e frágeis – sendo fundamental o acompanhamento e o tratamento profissional.

 

A importância da hidratação de ruivo para loiro

Independentemente do método usado na sua transição de ruivo para loiro, uma dica é fundamental: capriche na hidratação! Afinal, colorir os fios é sempre um procedimento mais agressivo e é fundamental que seus cabelos estejam fortes o suficiente para aguentarem a química.

Então, antes de iniciar o processo de decapagem, ou outro escolhido, capriche no seu cronograma capilar. Entenda quais são as necessidades do seu cabelo e crie etapas específicas. A hidratação é a mais básica e indicada para quase todos os tipos de cabelo. Mas, além dela, foque também na nutrição (por exemplo com a umectação com óleos naturais) e na reconstrução.

Assim, você fornecerá todos os nutrientes que seu cabelo precisa para ficar saudável e aguentar o procedimento. Após a decapagem (caso você opte por ela), também será preciso continuar tratando o fio, e o cronograma capilar deverá continuar presente.

Inclusive, essa é uma dica essencial no caso da coloração para cabelos cacheados. Isso porque os fios ondulados, cacheados e crespos são naturalmente mais ressecados, devido a curvatura do fio, que dificulta a oleosidade natural do couro cabeludo chegar até as pontas. Por isso, nesses cabelos, a hidratação, nutrição e reconstrução devem ser potencializadas antes e depois das químicas.

 

Loiro mel, loiro escuro ou loiro platinado?

São inúmeras as possibilidades quando falamos de cabelo loiro – desde os claríssimos platinados até tons mais puxados para o dourado ou o mel. Tudo dependerá do seu estilo e preferências. Outra dica é considerar a tonalidade da sua pele, assim será mais fácil pensar em cores que ajudem a valorizar sua beleza natural.

Além de definir o tom, pense no tipo de coloração que você usará. O tonalizante é um produto que não tem amônia na sua composição e por isso é indicado para quem está com os fios mais frágeis. Contudo, sua durabilidade é menor, pois a cor tende a sair com as lavagens.

Já a tintura é permanente, com uma durabilidade maior, além de conseguir cobrir totalmente os fios brancos. Se você optou pela decapagem, e o seu fio está livre de outros pigmentos, você conseguirá atingir a nuance exata presente na embalagem da coloração. Então, escolha a mais adequada aos seus desejos e estilo.

 

Teste a mecha antes de mudar de ruivo para loiro

O teste de mecha deve ser feito SEMPRE antes de qualquer procedimento químico. É ele que indica se os fios estão realmente saudáveis e aptos a aguentarem a nova química sem quebrar ou sofrer outros danos. Muitos cabelos quando recebem a química podem se tornar extremamente ressecados e porosos, partindo ao meio (é o que chamamos de corte químico).

Se esse for o caso, isso acontecerá apenas em uma pequena parte do seu cabelo. Mas, se você não fizer o teste de mecha, poderá ver todos os seus fios se partindo. Então, não dê bobeira. Faça o teste de mecha antes da decapagem e também antes de aplicar a coloração.

Para fazer é fácil: separe uma mecha pequena do topo da cabeça e aplique nela o produto, conforme as indicações do fabricante. Caso, após o tempo determinado de pausa, você notar que seus fios não sofreram nenhum dano e não houve nenhuma reação alérgica, então é possível realizar a química.

 

Mechas loiras ou loiro platinado?

Se a intenção é sair do ruivo e chegar no loiro platinado, o processo pode ser um pouquinho mais longo, pois pode ser difícil chegar nessa tonalidade já nas primeiras aplicações.

Uma saída para atingir seus objetivos, sem maltratar tanto os fios, é apostar nas mechas. Dessa forma, você conseguirá clarear os cabelos de maneira gradual, dando tempo para ele se recuperar entre cada procedimento.

Não se esqueça de usar produtos específicos para retirar o amarelado dos fios, como o shampoo violeta e os matizadores, além de ir mantendo o seu cronograma capilar para deixar seus fios fortalecidos e bonitos.

 

Cuidados antes de mudar a cor do cabelo para loiro

Além das mechas ou da aplicação da coloração em todo o cabelo, existem outras alternativas que podem ajudar na manutenção da cor. Por exemplo, se o seu cabelo original é mais escuro, você poderá optar pelo loiro com a raiz esfumada, que manterá a raiz mais escura e iluminará gradualmente o comprimento dos fios, sem uma transição marcada do claro para o escuro. Essa é uma opção mais fácil de manter, porque você não terá que se preocupar tanto com o crescimento da raiz.

Outra ideia é fazer as mechas ombré, concentrando a coloração loira da metade do fio para a ponta – ideal para quem não quer se preocupar tanto com retoques e nem criar uma mudança mais radical.

Seguindo todas essas dicas, com certeza a sua transição do ruivo para loiro será muito mais tranquila – e o melhor, com mais saúde para os seus fios e couro cabeludo.

Gostou das nossas dicas? Assine a newsletter para receber conteúdos do blog diretamente no seu e-mail e siga as nossas redes sociais (Facebook, Instagram e YouTube) para ficar por dentro das nossas novidades!

 

Compartilhe nas suas redes sociais