Guia da Plástica Capilar: entenda o que é e para que serve

mulher deitada na cama com os cabelos soltos sorrindo

 

A maioria das mulheres sonha em ter cabelos maravilhosos iguais aos de uma diva de Hollywood. Mas a vida corrida e agentes externos, como o sol e o vento, só atrapalham a realização desse sonho. Ter cabelos lindos e saudáveis exige muita disciplina, mas também não é algo impossível. Alguns cuidados podem ser feitos em casa, como evitar lavar os cabelos com água muito quente e dormir com os fios úmidos. Mas nem sempre essas atitudes são suficientes para manter a saúde das madeixas.

A grande variedade de produtos disponíveis no mercado para descolorir, alisar e texturizar os cabelos é bastante tentadora, mas uma escolha errada pode ser responsável por causar efeitos catastróficos nos fios. Por isso, é muito importante consultar um profissional de confiança para que ele possa analisar a situação e sugerir os produtos ideais para tratar seus fios. Uma das opções de tratamento que vem ganhando cada vez mais adeptos no mundo inteiro é a Plástica Capilar. A técnica consegue repor minerais e nutrientes, através do uso da queratina e da argila branca, por exemplo, esse processo de remineralização deixará os cabelos macios e brilhantes, dignos de um red carpet.

Se você sente que seus fios estão implorando por cuidados e tem dúvidas sobre o que fazer para recuperá-los, continue lendo este guia porque ele foi feito especialmente para você!

Ouço falar com frequência sobre cabelo danificado ou envelhecido. O que isso quer dizer?

cabelo danificado ou envelhecido

Muitas pessoas ainda têm dificuldade para perceber as reais necessidades de seus cabelos. Entender exatamente o que os fios precisam naquele momento é tarefa para um cabeleireiro experiente. Mas, mesmo quem não entende nada do assunto, consegue ver alguns sinais básicos de que as madeixas não estão 100%.

Se elas estão danificadas, provavelmente apresentarão muitas pontas duplas e estarão bastante opacas e quebradiças. Você pode fazer o teste esticando um fio com as mãos. Se ele demonstrar baixa elasticidade e se partir com facilidade é porque precisa de cuidados urgentemente. Isso acontece porque o fio sofreu alterações graves que podem ter sido causadas por tratamentos químicos, como tinturas, descolorantes e alisamentos.

Normalmente, esses recursos não causam danos severos. Mas, se feitos de forma errada ou com uma frequência excessiva, podem prejudicar seriamente a saúde dos fios. Então, é preciso tratá-los com produtos específicos que vão recuperar os danos mais profundos. O melhor a se fazer nesses casos é conversar com um profissional para descobrir como tratar cabelo danificado e quais os produtos certos para iniciar o tratamento.

O cabelo envelhecido também é motivo de preocupação para muita gente. Não necessariamente o fio envelhecido estará na cabeça de uma pessoa idosa. É claro que a ação do tempo incide diretamente sobre os cabelos, mas o passar dos anos não é o único fator que provoca o envelhecimento capilar. Os radicais livres são os grandes vilões nessa situação. Eles podem surgir não só com a ação cronológica, mas também de acordo com fatores ambientais ou químicos. O uso frequente de secadores e chapinhas, a poluição das grandes cidades, a água do mar, a má alimentação e o estresse com o trabalho podem ser alguns dos motivos que fazem seus cabelos envelhecerem mais rápido.

Por ser um processo gradual, o envelhecimento vai aos poucos alterando internamente a composição dos fios. Já parou para pensar que as vovós costumam ter cabelos mais finos e ralos? Isso é perceptível porque ocorre uma diminuição substancial do número de fibras capilares no couro cabeludo, causando menor densidade do cabelo. E aí aquela vasta cabeleira da juventude, se não for bem cuidada, poderá se transformar em fios frágeis e escassos na terceira idade.

Portanto, é necessário que haja um tratamento que vá além da hidratação convencional. Ou seja, se a dúvida é como tratar cabelo envelhecido, devemos repor nutrientes essenciais, como proteínas e minerais, para recuperar o viço capilar. Assim, investir em produtos ricos em antioxidantes, que combatem os radicais livres e previnem o envelhecimento precoce dos fios, é a opção mais indicada por especialistas.

É importante destacar que a saúde dos fios está diretamente ligada ao nosso bem-estar. Se estivermos cansadas, deprimidas ou estressadas, o cabelo pode ficar mais rebelde, sem brilho ou com mais frizz. Por outro lado, se estamos felizes e animadas, o bom humor fica visível nas madeixas, que ficam mais radiantes e mais sedosas. Preocupar-se com o próprio bem-estar significa cuidar de si mesmo. Um cinema com os amigos, um happy hour depois de um dia atribulado no trabalho ou um passeio de bicicleta pelo parque podem contribuir para o equilíbrio emocional e, consequentemente, para a saúde dos fios.

Lembre-se que o corpo humano é um sistema onde tudo está interligado. Caso algo não vá bem, as consequências poderão ser percebidas em diferentes partes do corpo. E os cabelos, como elemento desse sistema, podem sofrer danos. Alterações biológicas e hormonais podem ser altamente prejudiciais, como tratamentos de quimioterapia e a menopausa. Mas, mesmo em pessoas jovens e saudáveis, é preciso estar atento aos hábitos nocivos aos cabelos. Evitar o abuso de álcool, o tabagismo e comidas ricas em gorduras também pode ser de grande ajuda no processo de recuperação dos fios. Invista numa rotina mais tranquila e numa alimentação saudável, rica em proteínas magras, frutas e legumes. Seus cabelos agradecem!

Preciso tratar meus cabelos e me indicaram a Plástica Capilar. Afinal, o que é e para que serve a Plástica Capilar?

para que serve a plastica capilar

A Plástica Capilar foi criada pela indústria cosmética japonesa como uma alternativa para tratar de forma profunda cabelos danificados ou envelhecidos. A fibra capilar é composta em 85% por uma proteína muito conhecida chamada queratina, e por causa das agressões que sofre com o passar do tempo, os fios vão perdendo essa importante substância. Químicas, exposição ao sol sem proteção, uso excessivo de baby liss, vento e poeira em demasia podem enfraquecer os fios e deixá-los sem vida. Se seu cabelo é naturalmente mais fino ou ressecado — como os fios com mechas loiras ou cabelos crespos — os agentes abrasivos conseguem agir com mais força, prejudicando os fios. E é aí que a Plástica Capilar entra: ela propõe repor os nutrientes essenciais dos cabelos deixando-os novamente bonitos e sedosos da raiz às pontas.

E o que é Plástica Capilar? Também conhecida como requeratinização ou plástica de fios, a Plástica Capilar é um tratamento muito potente recomendado por profissionais quando claramente as madeixas precisam de cuidados extremos. Ao utilizar a queratina atrelada a substâncias emolientes, como o óleo de girassol, a Plástica Capilar devolve a força e o brilho aos cabelos. Com a ajuda do secador, a queratina é ativada e a cutícula capilar é selada, fazendo com que as propriedades nutrientes permaneçam no interior dos fios. E é possível perceber resultados incríveis já na primeira aplicação!

O tratamento também é indicado para quem quer mudar radicalmente os fios, mas gostaria de tratá-los primeiro. Dessa forma, o cabelo estará com mais força para ser colorido ou alisado, por exemplo. Isso cria uma segurança maior para que o cabeleireiro possa transformar seus cabelos sem o receio de danificá-los, já que a Plástica Capilar cria uma película protetora ao redor das fibras capilares. Por isso mesmo a selagem das cutículas é muito importante nesse processo.

A cutícula é a porção externa do cabelo, formada por escamas que protegem o fio por completo. Manter a boa aparência dos cabelos é justamente o trabalho da região cuticular. Isto é, quando as madeixas estão visivelmente bem tratadas, isso significa que as cutículas da fibra capilar estão unidas. Quando as escamas da cutícula estão muito abertas e espaçadas, o cabelo torna-se poroso e opaco. Como um escudo de proteção contra ações externas, tanto físicas quanto químicas, a cutícula acaba perdendo sua força quando em contato com agressões extremas. Sem a proteção natural, o fio fica exposto. E, então, qualquer intervenção, por menor que seja, pode prejudicá-los gravemente.

A Plástica Capilar pode ser entendida como uma cauterização profunda ou, de forma mais simples, um banho de queratina. É um processo de revitalização capilar que age de dentro para fora recuperando até os fios mais danificados. Se você sente que seus cabelos estão fracos e sem vida, mas quer mudar a cor ou fazer uma escova progressiva, é melhor buscar ajuda profissional para tratá-los antes. Se aplicar uma química forte em fios já bastante fragilizados, corre o risco de seus cabelos quebrarem e você ficar ainda mais insatisfeita com o aspecto deles. Por isso mesmo, a Plástica Capilar pode ser uma boa opção. Ela também é indicada para tratar cabelos envelhecidos, pois consegue devolver força e brilho de maneira eficaz.

Ao repor a perda de proteínas, a Plástica Capilar consegue nutrir internamente a estrutura dos cabelos. Antes do tratamento as fibras capilares estão extremamente danificadas, com escamas abertas favorecendo a perda de umidade e proteínas. Dessa forma, o fio fica menos flexível e mais sujeito a rupturas. Depois da Plástica Capilar, a fibra estará recuperada. As escamas da cutícula voltarão ao padrão regular (bem juntinhas), e as moléculas de água e as proteínas ficarão seladas dentro do cabelo, deixando-o mais maleável, forte e macio. O resultado será cabelos saudáveis e cheios de vida novamente!

Como a Plástica Capilar funciona?

como a plastica capilar funciona

Gostou de saber que existe um tratamento power para recuperar suas madeixas? Agora que entendeu por que a Plástica Capilar é benéfica, você se interessou pelo tratamento, mas ainda tem dúvida sobre como ele funciona? Veja a seguir o passo a passo do que será feito em seus cabelos durante a passagem pelo salão de beleza.

Como já dissemos, a Plástica Capilar preenche o fio com queratina da raiz às pontas. Ela consegue repor as proteínas e demais nutrientes perdidos durante processos químicos e por causa do envelhecimento capilar. Nutre e hidrata os fios, evitando os efeitos nocivos do tempo ao combater futuros processos oxidativos. O procedimento utiliza xampus, máscaras e demais produtos enriquecidos com queratina e outras substâncias emolientes e leva cerca de duas horas para ser finalizado.

A primeira coisa a ser feita é lavar os cabelos com xampu de limpeza profunda para remover todas as impurezas e abrir as escamas dos fios. Isso prepara o cabelo para receber os nutrientes hidratantes que já estão presentes no xampu e também serão fornecidos pela máscara revitalizante. Uma pequena quantidade de xampu é aplicada em todo cabelo e, com movimentos delicados, será feita uma massagem no couro cabeludo. Essa etapa será repetida mais uma vez.

Depois do xampu, aplica-se um produto remineralizante como condicionamento restaurador, que nutrirá o bulbo capilar e recuperar a estrutura natural dos cabelos. Esse produto será aplicado por toda a extensão do fio, e é preciso aguardar alguns minutinhos para deixá-lo agir em toda a fibra capilar. Após o enxágue, a terceira etapa é aplicar uma máscara regeneradora para promover hidratação e devolver a elasticidade natural dos fios. Enquanto se espera cerca de dois minutos para que o produto aja profundamente, os fios devem ser massageados suavemente.

Em seguida, será feito o enxágue da máscara e um finalizador para proporcionar vitalidade e brilho será agregado aos cabelos. Esse finalizador pode ser aplicado nos cabelos úmidos ou secos e não precisa de enxágue. Depois de secar naturalmente, um fluido de silicones com proteção térmica será adicionado em toda a extensão do cabelo para defender os fios dos desgastes com secador e prancha.

Como a queratina é uma substância termoativa, isto é, reage ao calor, a modelagem com secador ou prancha pode ser feita pelo cabeleireiro para tornar o tratamento ainda mais potente. Se os cabelos estiverem muito danificados, provavelmente será preciso mais algumas aplicações da Plástica Capilar. E o melhor é que você pode manter em casa os resultados incríveis conseguidos no salão de beleza! Seja disciplinada para não correr o risco de ter cabelos fragilizados de novo, e lembre-se de utilizar diariamente produtos antioxidantes e reconstrutores tanto na lavagem quanto na hidratação. E se você não consegue abrir mão da chapinha, uma dica crucial é não se esquecer de passar um bom protetor térmico antes de aplicar calor nos fios.

Quais são as vantagens da Plástica Capilar? Quais são os ativos mais utilizados nesse tipo de tratamento?

vantagens da plastica capilar

Antes de qualquer coisa, é preciso entender qual a diferença entre a Plástica Capilar e uma hidratação comum. A hidratação convencional consegue revigorar somente a superfície exterior do fio, ou seja, ela não consegue atuar no córtex capilar — a principal camada do cabelo, que concentra altos níveis de hidrogênio e oxigênio e é responsável pela hidratação interna da fibra. O córtex é uma estrutura muito importante quando falamos em recuperação capilar, porque é nele que encontramos uma alta concentração de queratina — o nutriente necessário para dar elasticidade e resistência aos cabelos. Após uma hidratação comum, feita em casa, é claro que é possível sentir os cabelos mais macios. Porém, essa sensação será passageira, já que o produto possivelmente não conseguirá tratar os fios de forma profunda. Assim, depois de algumas poucas lavagens, as madeixas voltarão a ficar rebeldes, formar nós e apresentar um aspecto opaco.

A Plástica Capilar, por sua vez, preenche o fio com queratina e devolve a ele sua densidade natural, recuperando-o como um todo. Além de repor a queratina, o tratamento restitui a umidade e as proteínas essenciais à saúde capilar. Resultado: os cabelos ficam visivelmente mais bem tratados, sedosos e brilhosos já na primeira aplicação. O efeito é mais duradouro, e pode se manter por aproximadamente três meses. A Plástica Capilar consegue proteger os fios por mais tempo, já que cria uma película em volta da fibra capilar preservando-a de ações danosas. Outra vantagem é que esse tratamento pode ser aplicado em qualquer tipo de cabelo, dos mais finos aos mais espessos, dos mais lisos aos mais crespos.

Todos esses benefícios da Plástica Capilar são possíveis por causa dos ativos presentes nos produtos usados durante o tratamento. Substâncias hidratantes, emolientes e antioxidantes são fundamentais para recuperar os fios. E, claro, não podemos esquecer a estrela do show: a queratina. Confira, então, alguns desses princípios ativos muito presentes na Plástica Capilar:

Aminoácidos

São estruturas presentes na queratina. Atuam no crescimento, na hidratação, e na beleza dos cabelos. Recuperam o brilho dos fios, além de diminuírem o frizz e as pontas duplas.

Pró-Vitamina B5

Fortalece a fibra capilar e deixa os fios mais resistentes. Também repõe proteínas e lipídios, e é recomendada para cabelos fracos e quebradiços.

Óleo de Girassol

Consegue ser absorvido mais rápido se comparado a outros óleos. Hidrata os fios, recuperando a vitalidade das madeixas. Funciona em todo tipo de cabelo, e combate o ressecamento e as pontas duplas.

Ômega 3

É um ácido graxo essencial para a saúde do corpo. Nos cabelos, age como um potente antioxidante, fortalecendo e selando as cutículas. Isso faz que o fio se mantenha hidratado, forte e brilhante por mais tempo.

Ômega 6

Também é um ácido graxo essencial. Possui ação antioxidante que previne o envelhecimento capilar. É responsável por incentivar o crescimento celular, que deixa a pele mais bonita e fortalece a fibra capilar. Reestrutura o fio dos cabelos, ajudando a evitar que eles fiquem quebradiços.

Argila branca

Contém oligoelementos, como cobre, zinco, magnésio e potássio, que conferem força e resistência aos fios. Auxilia a reidratação da fibra capilar e a oxigenação do couro cabeludo, estimulando o crescimento dos fios. Também ajuda a regular a oleosidade e evita a perda de umidade natural. Pode ser usada em cabelos normais ou danificados, tornando-os menos porosos.

Queratina

É uma proteína constituída por cerca de 15 aminoácidos, sendo a cisteína a mais importante deles. A queratina ajuda a formar as unhas e os cabelos, e consegue criar uma película em volta da fibra capilar para torná-la mais resistente. É responsável por reconstruir os fios, deixando-os mais fortes e hidratados. Em alguns produtos pode vir na forma de nanoqueratina — sua molécula em estado menor que consegue se alojar com facilidade entre as cutículas do cabelo.

Quais os cuidados a serem tomados?

quais cuidados a serem tomados

A maioria das novidades capilares causa furor quando surge, mas nem todas são realmente benéficas e algumas podem esconder substâncias perigosas para a saúde. Quantas vezes você já ouviu falar de químicas agressivas que conseguiram enganar várias pessoas se passando por tratamentos? Por isso mesmo, qualquer intervenção capilar deve ser muito bem pesquisada antes que seja tomada uma decisão.

A melhor forma de descobrir o que seu cabelo realmente precisa é consultar um profissional capacitado. Procure saber quais os cabeleireiros mais renomados da sua região, mas lembre-se de que preço alto não é sempre sinônimo de qualidade. Se suas madeixas estão extremamente fracas e não há hidratação caseira que dê jeito, dê preferência para cabeleireiros especializados em tricologia — um ramo da ciência ligado à estética que é responsável pelo desenvolvimento de diagnósticos e indicação de tratamentos de disfunções estéticas e metabólicas que prejudicam cabelos, couro cabeludo e pelos em geral.

Antes de comprar algum produto indicado, procure saber qual a composição química — pode haver alguma substância nociva tentando se esconder entre as letrinhas miúdas. Às vezes isso soa como coisa de gente chata, mas é importante sempre colocar sua saúde e integridade física em primeiro lugar. Se você não sentir firmeza no primeiro salão que entrar, não tem problema. Continue procurando um profissional que atenda às suas expectativas, afinal, é a saúde dos seus cabelos que está em jogo!

Quando encontrar exatamente aquilo que seu cabelo precisa, pergunte tudo ao profissional que vai te atender. Ele está ali para te ajudar a recuperar a vitalidade dos seus fios e deve estar sempre disposto a sanar todas as suas dúvidas. Depois de fazer o tratamento, seja disciplinada e cuide dos seus cabelos com afinco para prolongar os efeitos da hidratação. Não adianta nada investir seu dinheiro em um tratamento maravilhoso, como a Plástica Capilar, se dali a três semanas seu cabelo voltará à estaca zero porque você não seguiu as dicas de manutenção.

Além dos produtos específicos, tente ao máximo deixar cabelos secarem naturalmente, desembarace os fios utilizando escovas e pentes de dentes mais largos, evite xampus com alto índice de detergência e utilize máscaras de hidratação regularmente. E para aquelas que não conseguem viver longe da chapinha, o esforço deve ser redobrado!

Gostou do nosso guia? Se você quer saber mais sobre a Plástica Capilar, pergunte para a gente aqui nos comentários! E, se você já fez o tratamento e curtiu, compartilhe sua experiência conosco!

Aneethun Recomenda

Linha Age System Plástica Capilar — Tratamento para cabelos danificados, envelhecidos e pós progressiva.

linha age system aneethun

 

 

Compartilhe nas suas redes sociais